Expande Franquias e Varejo

Expansão e Oportunidades em Franquias e Varejo

Expande Franquias e Varejo - Expansão e Oportunidades em Franquias e Varejo

Revelado: segredos surpreendentes do sucesso de uma franquia

A pesquisa mais abrangente de franqueados australianos já realizada descobriu exatamente o que leva os franqueados a serem bem sucedido financeiramente.

A pesquisa com mais de 1.800 franqueados na Austrália foi realizada por psicólogos especializados em negócios do FRI: Franchise Relationships Institute (Instituto de Relacionamentos do Mercado de Franquias).

Cada franqueado completou um questionário de 210 perguntas relativas a padrões de trabalho, atitudes e satisfação com o negócio. Os dados de desempenho foram coletados de forma independente, permitindo que os pesquisadores identificassem com imparcialidade os fatores que impulsionam o desempenho e a satisfação.

O estudo teve como objetivo descobrir por que alguns franqueados dentro do sistema de franquia tiveram desempenho melhor do os outros, e os resultados apresentados foram bem interessantes.

O estudo descobriu que os franqueados mais rentáveis eram geralmente do mesmo sexo, teve o mesmo nível de educação e teve atitudes semelhantes.

De acordo com Greg Nathan, considerado o papa do franchising e  fundador do FRI, o fato do franqueado apresentar  todos os atributos corretos pode fazer uma diferença significativa para o resultado da sua franquia.

É um mundo dos homens

O estudo constatou que mais de 60% dos franqueados são homens e os franqueados masculinos também tem maior presença que as mulheres em termos de realização financeira, com uma rentabilidade de 6% maior.

As mulheres, por outro lado, tem relações mais harmoniosas com franqueadores, mas são os homens que fazem mais dinheiro.

Educação demais é ‘ruim’

Em termos de desempenho financeiro, verifica-se que os franqueados podem estar super-qualificados.

O estudo constatou que mais de 40% dos franqueados haviam concluído o ensino médio, mais de 30% haviam concluído uma universidade ou tinham um diploma universitário e mais de 10% tinham concluído a pós-graduação.

No entanto, o desempenho financeiro de franqueados que foram à universidade ou pós-graduação concluída foi pior do que aqueles com apenas o ensino médio.

O relatório descobriu que os franqueados com maiores níveis de educação são mais propensos a fazer perguntas e desafiar o status quo, pois é isso que uma educação superior treina para fazer.

Este comportamento não parece ser útil ao gerir  um pequeno negócio, especialmente em um sistema de franquia que já possui os procedimentos operacionais definidos.

“Parece que os franqueados qualificados faz muitas perguntas em vez de apenas implementar o que funciona”, diz Nathan.

O trabalho duro ‘não’ é necessariamente igual a sucesso

Nathan diz que um dos maiores mitos sobre o franchising é que se os franqueados trabalharem duro, certamente serão bem sucedidos.

Dos entrevistados, 62% trabalham mais de 40 horas por semana e 12% mais de 60 horas semanais.

A pesquisa também descobriu que o desempenho financeiro é melhor quando franqueados trabalham de 50 a 60 horas. No entanto, o desempenho financeiro cai bastante naqueles que trabalham mais de 60 horas semanais.

“Os franqueados que trabalham mais não estão fazendo mais dinheiro, mas os que estão trabalhando de forma mais inteligente são os que estão ganhando”, diz Nathan.

Fonte: smartcompany

Paste your AdWords Remarketing code here